Quantidade de Páginas visitadas

PROJETO DE LITERATURA DE CORDEL COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO Idealizado como forma de suprir o desinteresse do aluno pela Literatura e pela escrita, este projeto visa atender os conteúdos básicos de Língua Portuguesa – oralidade, escrita e leitura. Para sua consecução, a metodologia empregada foi a exposição histórica da Literatura de Cordel, apresentando alguns de seus expoentes, tais como Patativa do Assaré, Francisco Diniz, entre outros. Posteriormente foi estudada a sua estrutura– que geralmente constrói seus versos com sete sílabas métricas, bastante comuns em trova, cantigas e quadrinhas que, posteriormente, foi utilizada na produção dos versos pelos alunos. O desenvolvimento desse trabalho tenta atender à proposta do Programa Ensino Médio Inovador do Ministério da Educação e Cultura, que tem por objetivo criar condições necessárias para a melhoria da qualidade dessa etapa de Educação Básica. A grande dificuldade de oralidade, leitura e escrita do aluno do Ensino Médio, principalmente do período noturno, sinaliza para que as aulas da disciplina de Língua Portuguesa trabalhem esses três conteúdos de forma prática e eficaz, de modo que possa suprir um pouco dessas carências acima citadas que ocorrem com a quase totalidade dos alunos. Para despertar no aluno o gosto pela leitura e pela escrita foi pensado no trabalho com a Literatura de Cordel, que é uma poesia de caráter popular, cuja musicalidade, vocabulário e narrativas são muitas vezes acessíveis e conhecidas do aluno. Assim, essa metodologia tenta partir de algo agradável ao aluno para adentrar em campos mais resistentes a sua sensibilidade cognitiva. Com a finalidade de que os alunos se inteirassem mais sobre o assunto, foram exibidos alguns vídeos que abordam a temática de Literatura de Cordel. Um dos principais vídeos foi um episódio do Programa Globo Rural da Rede Globo de televisão exibido na data 02.01.11. Por intermédio desses vídeos os alunos tiveram contato com a xilogravura, que é uma técnica utilizada para fazer as capas dos livretos de cordel. Outro desdobramento desse conteúdo foi o contato, por intermédio dos vídeos apresentados do “repente” e do “desafio”, enquanto modalidade performática e musical do Cordel, mostrando que é um tipo de Literatura Popular que transita nas formas orais, escritas e acompanhadas de música, reeditando as cantigas do Trovadorismo Português. A etapa final desse processo foi a produção individual do aluno, em sala de aula, de estrofes utilizando a estrutura da Literatura de Cordel, cujos temas, na sua grande maioria, estavam relacionados com questões ligadas à Copa do Mundo e a Eleições, eventos importantes para o país nesse ano de 2014. Ao término da produção os alunos digitaram seus versos utilizando os computadores do Laboratório Paraná Digital da escola. Esse projeto atende também a questão da interdisciplinaridade, pois o aluno travou contato com diversas áreas de conhecimento, tais como História, Arte, Literatura, Informática, Linguagem visual, canção, variedades da Língua padrão e Língua não padrão. Márcia F Martinez Professora de Língua Portuguesa




Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito